Portugal rained in the World Travel Awards in Vietnam

Elevador de Stª Justa In Lisbon with Trey Ratcliff

This year and for the first time Portugal was chosen by the prestigious world organization as the Best Tourist Destination in the World. But if this was the biggest distinction of the night – which comes three months after Portugal also received the European Best Destination Award.
Portugal conquer in the Oscars of Tourism Six world awards
The best Citybreak in the World comes to Lisbon;
Madeira stands out as Best Insular Destination
The Sintra-Monte da Lua Parks have received the Best Example of Heritage Recovery.
At the JW Marriott Phu Quoc of Emerald Bay was reserving also other victories for the country. Including the prize for the Best Tourism Promotion Campaigns and the World’s Best Tourism Organization for Tourism in Portugal.
“It was spectacular!”
“Everyone said that Portugal is the country that everybody is talking about.”

Estremoz Portugal

Portugal has one more UNESCO World Heritage

Portugal, this garden planted by the sea, has one more UNESCO World Heritage.
UNESCO classified the production of clay “Estremoz Dolls” as intangible cultural heritage.
The “Estremoz dolls” belong to an art of popular character, with more than 300 years of history, being the first figure in the world to merit the distinction of Intangible Cultural Heritage of Humanity.

See here the complet list of Unesco World Heritage in Portugal.

O comboio histórico do Douro

Porque vale a pena seguir a Lens Culture

Há, felizmente, muitos bons sites acerca de fotografia, mas descobri recentemente um que recomendo vivamente a todos aqueles que apreciam a fotografia como arte. O lensculture tem vindo a fazer um trabalho notável na divulgação da fotografia e contribuído para o lançamento de inúmeros fotógrafos de todo o mundo, através dos vários concursos que promove e que atrai milhares de artistas que têm nesta plataforma uma oportunidade de se darem a conhecer e promoverem o seu trabalho. Com a colaboração de reputados especialistas das mais variadas áreas ligadas à arte que habitualmente compõem o painel de júri desses concursos, qualquer fotógrafo pode enviar para apreciação fotos do seu portefólio que serão analisadas e objecto de crítica especializada resultando numa inegável ajuda para que cada fotógrafo possa evoluir ainda mais no seu percurso artístico.

Eu já fiz essa experiência, e estudo a crítica que fizeram ao meu trabalho e sinto o quanto isso me tem ajudado a evoluir em busca de uma imagem cada vez mais emocionante. Apresentei também a concurso uma pequena história sobre a Partida do Comboio Histórico no Douro, e, sugiro desde já a todos que enviem o seu trabalho. Talvez venham a (re)descobrir o artista que vai aí dentro da vossa alma através dos momentos que captam em imagem.

Boa sorte!

 

Aurora no Alto Douro vinhateiro

Outono na Rota do Douro

6,30h. Madrugada ainda.

Conforme planeado, encontramo-nos na entrada do hotel onde estávamos hospedados. A temperatura estava fresca mas revigorante. O dia prometia ser perfeito para aquilo que estava programado, assistir e registar o nascer do sol a partir do miradouro de S. Leonardo da Galafura no vale do Douro.

Até lá, o percurso é feito por estradas que serpenteiam as encostas repletas de vinhedos há pouco vindimados, oferecendo panoramas únicos para onde quer que se olhe sobrevindo uma vontade indomável de fotografar.

Chegados ao destino, lá longe, descortinávamos já os contornos dos montes envolvidos pela luz da aurora, prenúncio do maravilhoso espectáculo que privilegiadamente iríamos presenciar neste poético e inspirador lugar.

O panorama é sublime. A nascente estende-se o Alto Douro vinhateiro até terras de Espanha, a sul confrontamo-nos com as serras das Meadas e Montemuro, e para poente e norte, as magníficas serras do Marão e Alvão.

Estamos no céu!

P.S. – Agradeço à Primeira Luz e ao Nuno Luís em especial, a oportunidade deste mágico momento.

 

 

 

À proa dum navio de penedos,

A navegar num doce mar de mosto,

Capitão no seu posto

De comando,

S. Leonardo vai sulcando

As ondas

Da eternidade,

Sem pressa de chegar ao seu destino.

Ancorado e feliz no cais humano,

É num antecipado desengano

Que ruma em direcção ao cais divino.

 

Lá não terá socalcos

Nem vinhedos

Na menina dos olhos deslumbrados;

Doiros desaguados

Serão charcos de luz

Envelhecida;

Rasos, todos os montes

Deixarão prolongar os horizontes

Até onde se extinga a cor da vida.

 

Por isso, é devagar que se aproxima

Da bem-aventurança.

É lentamente que o rabelo avança

Debaixo dos seus pés de marinheiro.

E cada hora a mais que gasta no caminho

É um sorvo a mais de cheiro

A terra e a rosmaninho!

 

Miguel Torga

 

Travelling to Douro Valley

Passeio ao Douro

Após uma semana intensa no workshop com o multi-premiado fotógrafo americano da National Geographic John Stanmeyer durante o Porto Photo Fest, não podia chegar em melhor altura o convite que a sua diretora Anna Gunn me fez para participar num passeio organizado pela CataVino do Ryan Opaz, às quintas do Quevedo e das Aranhas no Alto Douro vinhateiro.
Na primeira, onde fomos recebidos pelo Óscar Quevedo simpático e afável anfitreão, fizemos uma incursão às suas encostas onde fomos presenteados com uma explicação sobre as castas e suas características ali plantadas. Seguiu-se uma visita à adega com provas de controlo da produção dos vinhos e complementadas com mais algumas explicações.
Foi-nos servido um delicioso almoço acompanhado de vinhos da casa (obviamente), e fechamos com uma visita às caves com a prova dos seus melhores vinhos do Porto.
Depois de uma pequena mas excitante viagem pelas belíssimas encostas, chegados à Quinta das Aranhas, esperava-nos a árdua tarefa de pisar o vinho naquele ritual melodicamente característico. Para mim, foi um verdadeiro baptismo numa experiência seguramente a repetir.
Despedimo-nos do Douro com uma pequena paragem no miradouro da Abelheira donde desfrutamos de magníficos panoramas que nos enchem a vista e a alma.
Fica aqui o meu agradecimento à Anna pelo convite, ao Ryan e toda a equipa da Catavino pela organização e simpatia, e ao Óscar por tão agradáveis experiências num ambiente tão acolhedor que contribuíram para este dia memorável.
Bem hajam!